terça-feira , outubro 23 2018
Home / Banner / Donos de Clínica em Patos de Minas são acusados de matar e por fogo em paciente

Donos de Clínica em Patos de Minas são acusados de matar e por fogo em paciente

Dois irmãos, donos da Clínica de Reabilitação Peniel em Patos de Minas, são apontados pela Polícia Civil como autores do assassinato de um de seus pacientes. O corpo foi encontrado carbonizado no dia 04 de agosto de 2017, em uma estrada vicinal ao lado do chamado Morro do Pião, no município de Lagoa Formosa. O resultados das investigações foi apresentado na manhã desta terça-feira (17).

O primeiro trabalho da Delegacia de Homicídios foi identificar a vítima. Isso foi possível graças à procura de familiares na cidade de Uberlândia. Eles foram até a Polícia informando que Valmiro Mendes de Miranda, de 49 anos, foi internado na  Clínica Peniel em Patos de Minas no dia 02 de agosto e que os donos dessa clínica informaram que ele havia desaparecido. Através de exames de DNA, comparando os restos mortais encontrados em Lagoa Formosa com amostras da mãe, de três irmãos e de um filho, a Polícia Civil confirmou se tratar de Valmiro.

No dia 08 de agosto, Hugo entrou em contato com os familiares informando que iria a Tupaciguara e que poderia levar Valmiro para visitá-los. A visita não aconteceu e no dia seguinte, Hugo registrou um boletim de ocorrência informando que foi até a cidade de Catalão e que parou para ir ao banheiro, momento em que Valmiro aproveitou para fugir. Naquele dia, diversas diligências foram feitas e o paciente não foi localizado.

Para a Polícia Civil, a ocorrência registrada na cidade de Catalão no dia 09 de agosto de 2017 é prova importante de que Hugo e Davi mataram Valmiro. O registro ocorreu cinco dias depois do paciente ter sido encontrado morto e carbonizado. Segundo o delegado Érico Rodovalho, eles mataram Valmiro para tentar descobrir onde estava o dinheiro que ele possuía em conta bancária e que eles não conseguiram encontrar.

Após o crime, os irmãos continuaram tocando a Clínica Peniel normalmente. Hugo Santos de Almeida, de 31 anos, foi preso no último dia 10. Davi César de Almeida, de 35 anos, está foragido. Eles negam o crime.

TEXTO E FOTOS: PATOS HOJE.

Sair Clenio Cesar

Check Also

PSF Santa Cruz I e II realiza ação da campanha Outubro Rosa

Aconteceu ontem (17), uma ação da campanha do “Outubro Rosa”, mês de prevenção ao câncer …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *