quarta-feira , dezembro 12 2018
Home / ESSENCIAL / Estudo revela que crianças sensíveis se tornam adultos ligados às emoções dos outros

Estudo revela que crianças sensíveis se tornam adultos ligados às emoções dos outros

REDAÇÃO PAIS&FILHOS05.10.2018

Se você tem um bebê muito atento, cauteloso e sensível, ficará feliz em saber que o temperamento dele vai torná-lo um adulto empático. Um novo estudo na Universidade da Virgínia sobre o comportamento de crianças e bebês revelou que, se seu filho é sensível, ele está sintonizado com as emoções dos outros, crescendo como um adultos mais atencioso.

Uma equipe de pesquisadores mostrou a um grupo de bebês muito pequenos um rosto com expressões de medo. Eles monitoraram as reações dos bebês a esse rosto, rastreando os movimentos dos seus olhos. Algum tempo depois, eles retomaram os estudos com as mesmas crianças, porém mais velhas, para ver como o comportamento deles e suas respostas a outros humanos haviam se desenvolvido.

Com isso, eles descobriram que os bebês que eram mais sensíveis aos rostos amedrontados se tornaram mais compassivos e prestativos. Essas crianças notaram prontamente como os outros poderiam estar se sentindo e estavam ansiosos para se conectar de forma positiva, sendo úteis.

“O estudo descobriu que bebês que prestavam atenção a rostos com medo tendiam a ser mais prestativos aos 14 meses, trazendo para os pesquisadores canetas e bolas que estavam fora de seu alcance, apenas para ajudar” mostrou o relatório da pesquisa.

Este comportamento útil foi exclusivamente ligado a bebês que responderam mais aos rostos medrosos. A análise revelou que o comportamento altruísta na infância foi identificado apenas em crianças que reagiram a rostos com medo, mas não com rostos felizes ou com raiva“.

Os autores do estudo dizem que, tanto o comportamentos altruísta, quando o reconhecimento das emoções são formados muito cedo, quando seus filhos são bem pequenos. Espera-se que a compreensão do que faz os bebês se preocuparem com os outros comece um trabalho de base para gerar esse tipo de altruísmo, promovendo humanos mais carinhosos e com compaixão.

Portanto, se o seu bebê parecer muito ligado aos sentimentos dos outros, saiba que eles vão se transformar em um adulto empático e que busca ajudar os outros.

FOTOS EXTRAÍDAS DA INTERNET.

FONTE: UOL.

Sair Clenio Cesar

Check Also

Sofrendo com febre, tosse, dor de cabeça e muscular? Pode ser gripe

Tatiana Pronin Colaboração para o VivaBem 31/07/2018 04h00 A primeira pandemia de gripe que realmente …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *