domingo , junho 24 2018
Home / Banner / Fenamilho 60 anos: por que a festa que era para ficar na história se transformou em decepção

Fenamilho 60 anos: por que a festa que era para ficar na história se transformou em decepção

Para comemorar o aniversário de 60 anos da Fenamilho, o Sindicato dos Produtores Rurais prometeu uma programação diversificada, com mais dias de festa, mais shows, novos eventos e muito mais diversão. Mas a 60ª edição da Fenamilho, que era para ficar na história, não alcançou o resultado desejado pelos organizadores. O público presente no Parque de Exposições diminui consideravelmente e o prejuízo foi inevitável.

O Sindicato Rural diz que já começa a preparar a Fenamilho de 2019, mas antes é preciso avaliar os motivos que levaram a um desempenho tão abaixo do esperado neste ano. A maior reclamação do público foram os preços cobrados no Parque de Exposições. Os organizadores ignoraram o momento econômico vivido pelo país e reajustaram todos os valores.

O preço do passaporte de 1º lote, vendido ainda sem o anúncio da programação, saltou de R$ 150,00 em 2017 para R$ 190,00 este ano, um reajuste de mais de 25%. No último lote, os passaportes foram vendidos a R$ 270,00 e aí o Sindicato teve que fazer promoções para tentar atrair o público. A esta altura, a grade de shows já tinha sido anunciada e não foi bem o que os patenses esperavam.

O Sindicato Rural, que antes anunciava a contratação de 60 shows para comemorar os 60 anos da Fenamilho, entregou uma grade com poucas novidades em relação ao ano anterior. Além da ausência de nomes de peso como a cantora Anitta, os artistas escolhidos contemplavam apenas o público direcionado para o sertanejo. Com a procura por passaportes abaixo do esperado, os organizadores tiveram que cortar gastos.

Eventos tradicionais da programação da Fenamilho foram deixados de lado. O Concurso Literário que envolvia as escolas da cidade, o Festival Patos e Viola e até mesmo o Festival de Pratos Típicos foram deixados de lado. O Camarote Brahma também ficou fora da festa. Mesmo assim, a direção do Sindicato Rural decidiu aumentar os preços dos ingressos diários e de todos os espaços existentes no interior do Parque de Exposições.

Para se ter uma ideia, no ano passado, os preços dos ingressos diários variaram de R$ 50,00 a R$ 120,00 e este ano subiram para R$ 80,00 o mais em conta e R$ 130,00 o mais caro. Dentro do Parque, os preços dos camarotes e Paiolão também foram reajustados. Até mesmo a cerveja vendida dentro do Parque saltou de R$ 5,00 para R$ 6,00.

Para piorar a situação, a paralisação dos caminhoneiros deixou muita gente sem combustível e os moradores de outras cidades que normalmente visitam Patos de Minas durante a Fenamilho desistiram de viajar. O primeiro final de semana da festa foi totalmente comprometido e o segundo final de semana, mesmo com feriado nacional, também foi afetado.

Por tudo isso, a Fenamilho 60 anos, que deveria ficar na história como a melhor festa de todos os tempos, terminou com um balanço muito abaixo da expectativa. Pelo menos, é esta a visão dos comerciantes entrevistados pelo Patos Hoje e mostra que o Sindicato Rural vai ter muito trabalho para preparar a Fenamilho do ano que vem.

TEXTO:PATOS HOJE.

FOTOS: INTERNET.

Sair Clenio Cesar

Check Also

Laticínios Porto Alegre será instalado em Santana de Patos

A notícia foi dada na tarde desta terça-feira (19), pelo prefeito de Patos de Minas, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *