quinta-feira , outubro 18 2018
Home / Banner / Investigador acusado de ser chefe de organização criminosa é exonerado da Polícia Civil

Investigador acusado de ser chefe de organização criminosa é exonerado da Polícia Civil

O Governo de Minas Gerais exonerou o servidor público Thiago Rodrigues de Souza, investigador da Polícia Civil de Minas Gerais, após o procedimento administrativo feito pela corregedoria da instituição. A exoneração saiu no Informe Oficial de Minas Gerais desta quarta-feira (04/01).

Thiago era lotado em Patrocínio e é acusado de comandar o núcleo em Minas Gerais de uma organização criminosa cuja principal atividade era realizar saque de cargas de drogas, armas e cigarros contrabandeados vindas do Paraná. O mandado de prisão contra o investigador foi expedido durante a “Operação 100 anos de perdão”, desenvolvida pelo GAECO – Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) em parceria com a corregedoria da Polícia Civil.

A operação foi desenvolvida em Maio de 2017, porém Thiago não foi encontrado. Ele se entregou à Polícia Civil cerca de um mês depois. Atualmente, Thiago responde as acusações em liberdade.

FONTE: PATOS NOTICIAS.

Sair Clenio Cesar

Check Also

Governo Mineiro deve 40 milhões de reais para a prefeitura de Patos de Minas

A Prefeitura de Patos de Minas recebeu relatório atualizado sobre o montante da dívida do …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *