quinta-feira , setembro 20 2018
Home / MAIS NOTÍCIAS / Policiais de São Gotardo e Carmo do Paranaíba realizam a prisão de cinco pessoas e grande quantidade de droga

Policiais de São Gotardo e Carmo do Paranaíba realizam a prisão de cinco pessoas e grande quantidade de droga

Na noite desta última segunda-feira (03/09) em São Gotardo e Carmo do Paranáiba, cinco pessoas foram presas e um menor apreendido, todos por participarem do crime de tráfico de drogas nas duas cidades. A ação realizada em conjunto pelas duas companhias da PM ainda localizou cerca de 3 KG de maconha, celulares, balanças de precisão, entre outros materiais adquiridos provavelmente de forma ilícita. A operação só pode ser executada, graças a parceria entre a população e a Polícia, através das denúncias anônimas pelo número 190.

Segundo informações da PM de São Gotardo, foi repassado via central de telecomunicações que um menor iria desembarcar na rodoviária municipal da cidade, carregando grande quantidade de drogas em uma mochila. Em atenção a denúncia anônima recebida, já na troca de turnos, foi visualizado através das câmeras de monitoramento do “Olho Vivo”, um indivíduos com as características citadas, desembarcando de um ônibus de transporte rodoviário da empresa Gontijo, o qual logo acionou serviço de mototáxi, tomando sentido ao Bairro Alto Bela Vista/Saturnino Pereira.

Subsidiados pelas informações repassadas através da sala de operações, foi direcionado o patrulhamento para a localidade onde o suseito teria seguido, vindo a guarnição a lograrem êxito em abordar o suspeito na Rua Waldemar Belarmino, bairro Alto Bela Vista, momento em que o suspeito foi identificado como o menor de 17 anos, sendo localizado em sua mochila duas barras e meia de maconha prensada e ainda um tablete menor, os quais segundo o adolescente totalizariam 2,8 kg da droga.

Em continuidade a operação, foram levantadas informações de que a droga teria sido adquirida na cidade de Carmo do Paranaíba/MG e que seria destinada aos autores MAICON SOARES DOS SANTOS, vulgo “Vovô” e MARLON DOS SANTOS OLIVEIRA, vulgo “NEGUIN”, todos residentes em São Gotardo. O autor MAICON foi localizado e preso em sua residência e MARLON, o qual reside com o menor de idade, até o momento da edição desta reportagem não havia sido localizado. Foram apreendidos ainda, a quantia de R$ 30,00 e um aparelho smartphone MOTO G2 que estavam com o menor; e com o autor “Vovô” foi apreendido um SAMSUNG S5 mini. Vale ressaltar que ambos os aparelhos telefônicos recebiam diversas mensagens de textos via aplicativo WhatsApp, durante todo o período gasto no registro do REDS, das quais diversas puderam ser identificadas como oriundas de contatos telefônicos semelhantes, as quais não foram verificadas, sendo os aparelhos apreendidos para perícia técnica e demais diligências por parte da Policia Judiciária.

Com a suspeita da origem da droga, a PM de São Gotardo fez contato com a 90ª Cia PM, onde foram repassadas as informações delatadas pelo menor, o qual apontou que teria adquirido a droga de um indivíduo conhecido por ele como “EDER CYBORG” e outro conhecido por “AMARILDINHO”, ambos residentes na cidade de Carmo do Paranaíba. Equipes da PM deslocaram até o local descrito pelo menor, e em frente a uma residência, visualizaram os suspeitos que tentaram adentrar rapidamente em uma casa, sendo eles acompanhados pelos militares, os quais visualizaram quando os autores JOSÉ CARLOS e GUILHERME MORAIS arremessaram volumes sobre o telhado do quintal vizinho. O autor AMARILDO foi acompanhado e preso em um dos quartos da residência, onde foi localizado sob um guarda-roupas um tablete grande de maconha.

Após a contenção dos autores, foram realizadas buscas no local, onde foram localizados uma faca com resquícios de maconha, balança de precisão e um caderno com anotações sobre a movimentação do tráfico de drogas. Verificando os volumes arremessados no telhado vizinho, foi constatado tratar-se de uma sacola plástica contendo um tablete grande de maconha e outros dois menores. Foram apreendidos ainda em Carmo do Paranaíba, dinheiro, aparelhos celulares, rádios comunicadores e veículos utilizados na prática delituosa, bem como diversos materiais de origem não comprovada, os quais possivelmente são receptados pelo autor em pagamento de drogas pelos usuários.

TEXTO E FOTOS: CLUBE NOTICIAS.

Sair Clenio Cesar

Check Also

Bandidos invadem casa no fim de semana em Patos de Minas e furtam até máquina de lavar

Um morador que saiu de casa na sexta-feira (13) para ir a um velório teve …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *