Queda nas vendas de Natal no comércio patense pode chegar a 10%, estima SindComércio

0
54
A crise financeira e o crescimento do desemprego foram apontados como causa para a queda nas vendas de Natal.

O presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Patos de Minas, Sebastião Andrade, informou nessa segunda-feira (26) que o comércio patense sentiu os efeitos da crise econômica vivida pelo país mais do que era esperado. Segundo ele, quase todos os segmentos de lojistas apresentaram queda nas vendas em relação ao ano passado.

O número de consultas ao SPC, que é um dos termômetros usados para medir o consumo na cidade apresentou queda de 3,5%. Entretanto, segundo Sebastião Andrade, a queda no volume de negócios foi bem mais acentuada. A estimativa do SindComércio é de uma queda entre 8% e 10%. Comerciantes já haviam adiantado para o Patos Hoje que o resultado das vendas tinha sido abaixo do esperado.

presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Patos de Minas, Sebastião Andrade

Segundo Sebastião Andrade, o movimento no comércio foi grande principalmente nos dias que antecederam o Natal. Entretanto, as vendas se concentraram em lojas de brinquedos e de produtos de menor valor. “Foi o Natal das lembrancinhas” explicou o presidente do Sindicato do Comércio Varejista.

A crise financeira e o crescimento do desemprego foram apontados como causa para a queda nas vendas de Natal. Segundo Sebastião Andrade, com as incertezas do futuro, os patenses preferiram gastar menos. Ele adiantou, no entanto, que está otimista no futuro. O presidente do SindComércio disse que as reformas do Governo não chegaram a tempo, mas que poderão surtir efeito no ano que vem.

TEXTO: PATOS HOJE.