Radares da curva da morte, na BR-365, em Patos de Minas são retirados

0
39

Os radares instalados na BR-365, entre Patos de Minas e Varjão de Minas, foram retirados. Os equipamentos eram fixos e estavam posicionados em pontos estratégicos, onde havia altos indicies de acidentes, ou número elevados de flagrantes de irregularidades. A surpresa ficou para a curva da morte, pois o local, que já fez inúmeras vítimas fatais, também ficará sem fiscalização eletrônica.

Os órgãos responsáveis ainda não apresentaram uma justificativa específica para decisão, mas a tendência é que as instituições estejam seguindo recomendação do Governo Federal, que prometeu extinguir os “pardais”.

Alguns trechos da MGC-354 também estão sem fiscalização eletrônica. A retirada começou a ser feita nesta terça-feira (03). A tendência é de que outros trechos das rodovias fiquem sem fiscalização eletrônica. O Governo Federal dará um voto de confiança ao motorista brasileiro, mas, aqui mesmo, na Capital do Milho, vários foram flagrados em alta velocidade e, nos últimos dias, diversos acidentes foram registrados, ainda com a fiscalização.

Fonte: Toninho Cury