Home / ESSENCIAL / Risco de celular causar câncer é baixo, diz estudo

Risco de celular causar câncer é baixo, diz estudo

Lembra daquela história de que a radiação dos aparelhos celulares poderia causar câncer? Apesar de anos de pesquisa, ainda não há uma resposta clara. Mas dois estudos divulgados na sexta-feira (2) sugerem que, se houver algum risco, ele é pequeno.

Com os dispositivos se tornando cada vez mais parte da vida das pessoas, o Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos EUA resolveu testar os possíveis riscos provindos dos aparelhos. Os dois estudos duraram 10 anos e analisaram 3.000 camundongos expostos à radiação dos telefones.

Em ratos machos, os pesquisadores encontraram relação entre o aparecimento de tumores no coração e a alta exposição à radiação dos celulares. Entretanto, o mesmo não ocorreu em ratos fêmeas.

Os cientistas não sabem explicar por que apenas os ratos machos desenvolvem os tumores do coração, mas John Bucher, cientista sênior do Programa de Toxicologia Nacional, disse, em uma entrevista ao The New York Times, que uma possibilidade é simplesmente que os machos são maiores e absorvem mais radiação.

Com o celular se tornando cada vez mais parte da vida das pessoas, o Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos EUA resolveu testar os possíveis riscos do aparelhoImagem: Getty Images/iStock

Se quiser se proteger, não faça ligações quando o sinal estiver fraco

Os roedores foram expostos a celulares nove horas por dia durante dois anos, mais do que as pessoas costumam fazer. Por essa razão, os resultados não podem ser aplicados diretamente aos seres humanos, segundo Bucher.

Entretanto, o cientista observou que os tumores cardíacos nos ratos são semelhantes aos neuromas acústicos, um tumor benigno que acomete pessoas e que envolve o nervo principal que vai do ouvido interno até o cérebro, e que alguns estudos ligaram ao uso de celulares.

Além dessas duas pesquisas, outras agências estão estudando o uso de celulares nas pessoas e tentando

determinar se ele está ligado à incidência de qualquer tipo de câncer.

A própria FDA (agência que regula medicamentos nos EUA) emitiu uma declaração dizendo que havia analisado muitos outros estudos sobre a segurança do celular e “não encontrou provas suficientes de que haja efeitos adversos para a saúde nos seres humanos causados “por exposições de radiofrequência.”

Para quem se preocupa com o risco, as autoridades de saúde ofereceram conselhos de senso comum: gaste menos tempo nos celulares, use um fone de ouvido ou modo alto-falante para que o telefone não seja pressionado contra a cabeça e evite tentar fazer chamadas se o sinal for fraco –Bucher observou que a radiação emitida aumenta quando os usuários estão em locais onde o sinal é ruim ou esporádico e o celular precisa trabalhar mais para se conectar.

TEXTO: UOL.

FOTOS EXTRAÍDAS DA INTERNET.

Do VivaBem

04/02/2018 17h25

Sair Clenio Cesar

Check Also

O que causa má digestão? Beber água na refeição piora o quadro? Entenda

É bem provável que você já teve má digestão alguma vez na vida. Sei que …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *