Saiba como se recuperar os ‘quilinhos’ obtidos depois do Natal

0
110
Bela Sintra Ceia
Algumas sugestões de especialistas são caminhadas e “descanso” para o organismo com uma alimentação mais leve

Suponhamos que você tenha se comportado bem o ano inteiro e mantido uma alimentação exemplar durante a maior parte dos 12 meses. “Agora eu posso me esbaldar nas delícias de Natal”, você pensa. Calma lá, jovem. Não é bem assim. Um dia ou outro de comilança desenfreada não necessariamente será tão ruim para o seu organismo, mas todo excesso cobra um preço. Uma mudança brusca de hábitos alimentares pode gerar um desequilíbrio na flora intestinal, o que pode se refletir em um intestino irritado e alguns dias de “desarranjo”. receitas-para-natal-e-ano-novo

Além disso, os efeitos desses excessos sobre o seu peso podem ser muito mais duradouros. Uma pesquisa publicada no periódico New Entland Journal of Medicine apontou que, apesar de o ganho de peso no período do Natal ser menor do que se imagina, essas gordurinhas não vão embora junto com o ano velho. A maioria dos participantes da pesquisa não conseguiu perder o excesso ganho com a comilança de fim de ano e acumulou o excesso de peso de um ano para o outro.
image

O que você pode fazer  somado a tentar controlar a boca nervosa – é incluir uma pitada de atividade física nestes dias. Segundo um outro estudo, publicado no Journal of Psychology, aquela mesma dose diária de exercícios, mesmo quando você está comendo um pouco mais do que deveria, traz grandes benefícios, como melhor controle da quantidade de açúcar no corpo e menos mutações genéticas nas células de gordura. “O conselho que eu dou às pessoas é: divirta-se, mas compense.

Você precisa de alguns dias de recuperação (depois das festas) e também de sair para algumas caminhadas”, orientou o gastroenterologista Jonathan Hoare, da The London Clinic, em uma entrevista à rede BBC.