domingo , outubro 21 2018
Home / ESSENCIAL / Sobrancelha oriental cresce de forma diferente e merece cuidado específico

Sobrancelha oriental cresce de forma diferente e merece cuidado específico

sobrancelha-oriental-tem-suas-especificidades-e-requer-cuidados-1468509176419_v2_900x506

Não é só a cor da pele e o tipo de cabelo que caracterizam a beleza das mulheres orientais. O que muita gente não sabe é que as sobrancelhas desta etnia também são diferentes, fato que leva muitas descendentes de japoneses, chineses e coreanos a ter dificuldade para encontrar atendimento de beleza adequado por aqui. O UOL procurou profissionais para conhecer essas especificidades e mostrar quais tratamentos podem ajudar as orientais e descendentes a manter a beleza das sobrancelhas

·         Rebeldes, claras e finas

Os pelos da sobrancelha oriental crescem em direções variadas –mais do que os das ocidentais. Além disso, são mais compridos e, ao contrário do que muitos pensam, levando em conta a espessura do cabelo oriental, mais finos que o de outras etnias. Quanto ao formato, essas sobrancelhas costumam ser mais curtas e finas, e sua tonalidade tende a ser mais clara do que as demais.

·         Lápis aliado, pinça inimiga

O uso de um lápis específico para a região é de grande ajuda para engrossar e alongar o desenho, além de dar mais cor aos fios. O grande cuidado é evitar o uso exagerado da pinça, em função do espaçamento maior entre os fios. “Como as orientais não costumam ter o côncavo definido, afinar demais as sobrancelhas pode gerar um resultado pouco harmonioso para o rosto”, diz Luzia Costa, especialista da rede Sóbrancelhas.

oriental_00014A-1024x369

·         Fios rebeldes

Para os pelos mais desalinhados, característicos da sobrancelha oriental e que não podem ser retirados, Rubia Melo, especialista da rede de estética Siluets, indica a técnica do alisamento de sobrancelhas

, que consiste no uso de produto específico para “domar” os pelos.

·         Como preencher o maior espaço entre os fios

O lápis para sobrancelhas ajuda não só a cobrir as falhas, como a engrossar o desenho. Para quem procura dar mais destaque ao desenho mais fino e até corrigir o desenho de maneira mais duradoura, tanto Luzia quanto Rubia recomendam o uso de hena –tintura aplicada sobre a pele– ou da técnica de micropigmentação  –pigmentação através de agulhas, com maior duração.

FONTE: UOL

Sair Clenio Cesar

Check Also

Sofrendo com febre, tosse, dor de cabeça e muscular? Pode ser gripe

Tatiana Pronin Colaboração para o VivaBem 31/07/2018 04h00 A primeira pandemia de gripe que realmente …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *